RIBBON POISON

RIBBON POISON

Search me

Biscoito vs Bolacha


  

Esse é especial para a Pammya s2
Essa chata que insiste em dizer bolacha ao invés de biscoito. Mas a questão é: qual o modo certo?

A palavra "biscoito" vem do latim "biscoctus", que significa "cozido duas vezes". E também do francês "biscuit" com o mesmo significado. Era o nome dado aos biscoitos utilizados nos navios que, para se manterem crocantes durante as longas viagens, tinham de voltar ao forno mais de uma vez. As bolachas, entretanto, não sofrem esse processo. A principal característica do biscoito é a crocância. É feito à base de farinha, gordura, amido e açúcar (até mesmo os salgados). Seu modo de preparo consiste em ser retirado do forno, ainda úmido, recortado em pequenos pedaços e colocado em um outro forno para então secar.

Já a bolacha cookie é pequena e achatada podendo ser tanto doce quanto salgada. Pode-se ser comida acompanhada de compotas ou manteiga.

Tanto a bolacha quanto o biscoito são feitos com massa de farinha de qualquer cereal ou nozes moídas, com/sem açúcar, gordura ou levedura. Bolachas costumam ser secas enquanto o biscoito pode ser tanto seco quanto úmido.


A diferença entre os termos está na maneira do preparo. Ambos são feitos com massa de farinha de qualquer cereal, com ou sem açúcar, gordura ou levedura. Normalmente as bolachas são secas, enquanto os biscoitos podem ser secos ou úmidos. Apesar da pluralidade em seus formatos, as bolachas distinguem-se dos biscoitos por estes raramente serem planos. 
Na época em que os homens viviam em cavernas, comiam grãos triturados com os dentes. Uma mente brilhante teve a ideia de moê-los com pedra, misturar água e secá-los no fogo por duas vezes, com o objetivo de conservá-los por mais tempo. Biscoito foi o nome dado a esse pão, crocante e quebradiço. 
A origem da palavra biscoito está em duas palavras francesas: "bis" e "coctus", que significam cozido duas vezes. 
Segundo historiadores, os gregos juntaram mel (uma vez que o açúcar ainda não era conhecido), leite e canela à receita do pão egípcio, criando assim biscoitos deliciosos. Na época, o especialista em fabricar biscoitos era em geral um escravo, e a receita era passada de geração em geração entre eles. O especialista em biscoitos era considerado um escravo de luxo: podia ser comprado, alugado ou tomado à força, dependendo de sua habilidade.
Os romanos contribuíram, projetando e construindo fornos, tornando assim os biscoitos mais crocantes. 
Os árabes, mestres na arte de combinar ingredientes e especiarias, traziam consigo enormes potes de barro com biscoitos, no momento da invasão da Península Ibérica.
Na época dos grandes descobrimentos e das sofridas viagens marítimas, os biscoitos eram a base da alimentação dos marinheiros das caravelas. Sua consistência era extremamente dura, para que durassem meses e para saboreá-los era preciso molhá-los na sopa ou no chá. 
O biscoito começou a tornar-se popular na Europa em meados do século XVII, quando adicionaram essências, chocolate ou chás, para criar novos sabores e estimular sua venda. Com as novas criações houve um súbito crescimento no comércio de biscoitos, o que fez com que novos métodos de fabricação fossem criados. Era o inicio de sua industrialização.
Dos países europeus, a Inglaterra destacou-se mundialmente na fabricação de biscoito. Era um dos grandes produtores, fabricava vários tipos muito saborosos e procurados. Com a grande procura, começou a exportar o produto para suas colônias, chegando aos Estados Unidos. 
A princípio, os Estados Unidos não tinham equipamentos necessários para fabricá-los e ao perceber a possibilidade de crescimento econômico neste setor, instalaram rapidamente suas industrias de biscoito. Estava assim determinado o declínio das importações de biscoitos ingleses e o início da indústria norte-americana no segmento. Seu crescimento se fez de forma acelerada e até o nome 'biscuit' foi substituído por 'cookies'.

Fonte: Puc-SP 

Well, toda bolacha é biscoito, mas nem todo biscoito é bolacha (;



Porém, no Brasil "biscoito" e "bolacha" já, a muito tempo, foram generalizados para serem chamados pelo mesmo nome. Não importa bem se achatado, salgado, doce, cozido duas vezes ou crocante. Pode-se ser chamado de qualquer jeito. Mas, se você é desses que prefere tudo certinho é só seguir o texto acima para conseguir identificar um do outro.

Antes de mais nada, quero deixar claro para a Pammya que, independente de certo ou não, vou morrer falando biscoito e jamais vou deixar de implicar com ela dizendo que ela está errada, mesmo que não esteja. :3

Nenhum comentário:

Postar um comentário